A grande pirâmide de Gizé: uma estrutura matematicamente codificada

Esta antiga obra-prima da arquitetura e engenharia é considerada o melhor e mais belo exemplo de construção antiga. Por incrível que pareça, não temos absolutamente nenhuma ideia de quem construíra tão magnífica edificação. Ela está localizada no Egito e muitos estudiosos tradicionais sugerem que o faraó Khufu (Quéops) encomendou a construção da Grande Pirâmide de Gizé para ser um túmulo, no entanto, não há indícios de que isso seja verdade, muito pelo contrário, os indícios apontam em outra direção.

 

A-matehamtically-encoded-Monument

A grande pirâmide capta a admiração quer em imagens ou ao vivo. Arquitetos, arqueólogos, historiadores e governantes têm sido capturados pela imensa complexidade e beleza dessa construção. O monumento antigo referido pelos antigos egípcios como “Ikhet”, que significa “luz gloriosa”, pesa, aproximadamente, 5.955.000 toneladas. Multiplicado por 100.000.000 dá uma estimativa razoável da massa da Terra.

Apesar de termos aprendido na escola que os antigos egípcios usaram imensa mão de obra para construir a pirâmide, muitos estudiosos não concordam que esta seria a melhor forma. Rolos de madeira e enormes rampas, como sugerido pelos estudiosos tradicionais da história prosaica, não é uma explicação plausível de como a pirâmide fora edificada. Ora, em verdade, não temos a menor ideia de quando foi feita, quando e porquê. No entanto, existem algumas coisas que nós sabemos sobre a Grande Pirâmide e esses detalhes incríveis sugerem um imenso projeto de matemática , arquitetura e engenharia, que nossa civilização, hoje, teria sérias dificuldades em executar.

O que a torna ainda mais original é o fato de que a Grande Pirâmide de Gizé é a única pirâmide conhecida do Egito com passagens internas descendentes e ascendentes. Não há nenhum indício a respeito de por que existem. Várias teorias têm sido propostas, mas nenhuma delas faz sentido. Para se ter ideia de quão complexo é este antigo monumento, vou apresentar duas características que você não vai encontrar nos livros de história. Duas características que a maioria dos estudiosos tendem a omitir ao falar sobre a Grande Pirâmide: a posição e harmonia matemática da construção.

A posição da Grande Pirâmide 

Você sabia que a Grande Pirâmide está alinhada com o norte verdadeiro? A Grande Pirâmide é a estrutura mais precisamente alinhada com o norte verdadeiro, com apenas 3/60 graus de erro. A posição do Pólo Norte se move ao longo do tempo e isso justifica o pequeno erro que vemos hoje.

Não é só isso, a Grande Pirâmide de Gizé, está no centro de massa de Terra. De leste/oeste no paralelo que atravessa a maior parte da Terra. De norte/sul no meridiano que atravessa a maior parte da terra. Esse fenômeno acontece em apenas dois ponto do globo: uma no mar e outro na Grande Pirâmide.

The-Pyramid-an-relation-to-Earth

A grande pirâmide construída em harmonia matemática

Matematicamente falando, a Grande Pirâmide de Gizé é PERFEITA.

A relação entre o pi (P) e Phi (F) é expressa nas proporções fundamentais da grande pirâmide. Apesar de livros e estudiosos tradicionais sugerirem que os antigos gregos foram o descobridores de Pi, parece que o construtor da Grande Pirâmide antecedeu os gregos antigos por milhares de anos. O Pi é a relação entre o raio de um circulo e a sua circunferência.

Números e curiosidades

Para compreendemos a magnitude desta obra, temos que primeiramente observar seus números.
A Grande Pirâmide, originalmente, foi coberta por pedras de revestimento que formaram uma superfície lisa exterior, sendo que aquilo visto hoje é apenas sua estrutura. Algumas das pedras de revestimento que cobriam a pirâmide ainda podem ser vistas ao redor da base. A maioria desse antigo revestimento exterior foi retirado há 600 anos para ajudar a construir cidades e mesquitas. Isso criou o aspecto áspero e desgastado que vemos na pirâmide hoje em dia.
As teorias mais aceitas sobre a construção se baseiam na ideia de que foram deslocadas imensas rochas provenientes de uma pedreira, arrastando e levantando ao local das obras.
Mais uma notável característica da Grande Pirâmide do planalto de Gizé, no Egito, é sua colocação no Planeta Terra. A pirâmide está no centro de gravidade dos continentes, também está no centro exato de todas as terras do mundo, dividindo a Terra em quatro partes aproximadamente iguais. A pirâmide está exatamente no encontro entre o meridiano, 31 graus a leste de Greenwich, e o paralelo, 30 graus ao norte do Equador. Isso quer dizer que a pirâmide foi construída no meridiano e no paralelo mais longos da Terra. Incrível!
Dois milhões e trezentos mil blocos de calcário e granito pesando, em média, 2,5 toneladas. Nenhum bloco tinha menos que duas toneladas e alguns chegam a nove toneladas;
Peso aproximado de 6,5 milhões de toneladas;
A base da pirâmide cobre 13 acres e o comprimento de cada lado foi originalmente de 230 metros;
Altura original era de 146,59 metros. Para se ter uma ideia da grandiosidade e do peso dessa estrutura, comparemos com o Edifício Itália, da cidade de São Paulo, que tem 165 metros de altura. O peso total do Edifício é de “apenas” 38.660 toneladas e a Torre Eiffel, que foi a primeira estrutura a desbancar a Grande Pirâmide como construção mais alta (324 metros), tem “apenas” 7.300 toneladas. A pirâmide equivale a 195 Edifícios Itália e a 959 Torres Eiffel;
A altura da pirâmide multiplicada por 1 bilhão dá aproximadamente a distância entre a Terra e o Sol;
A circunferência da pirâmide dividida pelo dobro de sua altura tem como resultado 3,1416: o famoso número Pi;
As inclinações laterais têm um ângulo perfeito de 52 graus, fazendo com que a altura da pirâmide em relação à sua base seja igual à do raio de um círculo em relação à sua circunferência;
Ergue-se em uma plataforma que fica assente em solo nivelado de forma artificial. E nos quatro cantos estão encaixes cuja função ainda é desconhecida;
A Grande Pirâmide, mais as suas outras duas companheiras, estão alinhadas com o cinturão de Órion, conhecido no Brasil como as Três Marias;
A pirâmide inicialmente tinha um ápice ou pináculo que era construído ou revestido em metal, como o topo dos obeliscos;
Nenhum corpo foi encontrado na Grande Pirâmide;
Nenhuma inscrição mortuária.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Postagens

Cadastre-se e receba as novidades
Quero receber
This site is using the Seo Wizard wordpress plugin by www.seowizard.org.