Misteriosa esfera é encontrada na Bósnia – Visão de especialista


Localizada em Visoko, ao Norte de Sarajevo, as Pirâmides da Bósnia são consideradas as primeiras descobertas na Europa. O autor dessa descoberta foi Semir ‘Sam’ Osmanagich. O famoso pesquisador conseguiu estabelecer no local um Parque Arqueológico para que a pesquisa pudesse andar a contento. O Curriculum do Dr. Osmanagich é extenso, incluindo o Ph.D em Sociologia da História, Mestre em Ciências, em Economia Internacional, bacharel em Ciências Políticas, e bacharel em Economia, sendo que hoje é Professor Universitário e detentor de diversas honrarias como integrante estrangeiro da Academia de Ciências da Rússia.

Segundo o pesquisador, o Vale das Pirâmides consiste na Pirâmide do Sol da Bósnia (que com sua altura de mais de 220 metros é maior que a Grande Pirâmide do Egito), a Pirâmide da Lua (190 metros), Pirâmide do Dragão (90 metros), Templo da Mãe Terra e Pirâmide do Amor. As Pirâmides foram construídas há mais de 10.000 anos, podendo existir a incríveis 25.000 anos.

Em matéria divulgada pelo jornal britânico Telegraph, o mesmo doutor, que descobrira as pirâmides, diz ter achado uma nova esfera. Fato é que desde março de 2014 já conheço e divulgo a existência dessas esferas, que estranhamente desapareceram do site oficial das pirâmides (link do site). A foto que retirei em 2014 do site administrado pelo grupo de Osmanagich, demonstro logo abaixo:

image009

Como podem ver essas esferas existem aos montes na Bósnia, o pesquisador quis chamar a atenção da imprensa para um fato que já é antigo para nós, pesquisadores. No Brasil, saiu uma nota no site Globo.com que é apenas uma tradução da matéria dos jornais ingleses, por isso reproduzo-a sem qualquer temor por conta de direitos autorais (link da matéria).

Uma enorme esfera de pedra encontrada em uma floresta da Bósnia-Herzegovina vem intrigando e dividindo especialistas.

Em entrevista ao jornal britânico “The Independent”, o arqueólogo bósnio Semir Osmaganic advoga que formação rochosa é a mais antiga feita à mão por humanos.

Descoberta em uma floresta próximo à cidade bósnia de Zavidovici, a bola de pedra mede entre 1,2 a 1,5 metro de diâmetro, e, em sua composição, tem uma quantidade “extremamente alta” de ferro, segundo Osmaganic.

De acordo com outro pesquisador bósnio, Sam Osmanagich, a região era repleta de esferas no passado, mas muitas teriam sido destruídas na década de 70 por culpa de boatos de que havia ouro escondido dentro delas.

Em 2005, Osmanagic, conhecido como o “Indiana Jones bósnio”, virou destaque na imprensa internacional ao alegar que um conjunto de colinas no Vale Visoko, na Bósnia, era, na verdade, um local de pirâmides antigas ligadas por uma rede de túneis subterrâneos.

Apesar das críticas que recebeu na ocasião, o especialista teve o apoio do governo do país, que liberou recursos para escavações na área.

“Soubemos que o mundo está rindo da gente (…), mas não há governo no mundo que deva se calar diante de algo que é positivo”.

Críticas

Mas Anthony Harding, presidente da Associação Europeia de Arqueólogos, descreveu a revelação como um “total absurdo”.

“Acredito que a esfera possa datar da Idade do Bronze ou Romana. Mas a especulação de que ela seria uma estrutura de 12 mil anos é totalmente fantasiosa e ninguém com um mínimo de conhecimento básico sobre arqueologia ou história diria isso”, disse Harding ao Independent.

Já Amanda Edwards, professora da Escola de Ciências Ambientais, Atmosféricas e de Terra da Universidade de Manchester (Reino Unido), diz não acreditar que a esfera tenha sido feita por humanos.

Segundo ela, a pedra teria sido formada “pela precipitação de cimento natural entre os grãos de sedimento”, processo conhecido como concreção, afirmou Amanda ao jornal britânico “Daily Mail”.

Ball2-large_trans ++ eo_i_u9APj8RuoebjoAHt0k9u7HhRJvuo-ZLenGRumA

Foto do Jornal Telegraph

ball3-large_trans ++ eo_i_u9APj8RuoebjoAHt0k9u7HhRJvuo-ZLenGRumA

Foto do Jornal Telegraph

Ligação com as esferas da Costa Rica

Um dos mais estranhos mistérios da arqueologia foi descoberto no Delta Diquis, Costa Rica. Desde 1930, centenas de bolas de pedra têm sido documentadas, variando em tamanho em poucos centímetros e até mais de dois metros de diâmetro. Algumas pesam 16 toneladas. Quase todas elas são feitas de granodiorito, uma pedra dura e ígnea. Para mim, evidentemente, as esferas da Bósnia (Europa) se parecem com as encontradas na Costa Rica (América Central), sendo mais um ponto fora da história prosaica que precisa ser desvendado. Como povos em continentes diferentes, afastados pelo Oceano Atlântico, produziram as mesmas esferas? Por quê?

 

Esferas da Costa Rica

Esferas da Costa Rica

Fonte: Telegraph

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *